PSICANÁLISE E DIREITO 

  • Coordenação: Cristina Duba e Christiane Zeitoune
  • Periodicidade e horário: sexta-feira, segundas e quartas sextas-feiras do mês, 16h30
  • Início: 12 de março

A partir do percurso realizado em torno do tema da identificação, das questões surgidas do estudo de Psicologia das Massas, tomamos como foco a questão da política para a psicanálise, considerando as elaborações feitas em torno das noções de poder, violência e das identificações. Chegamos então à questão do negacionismo, diferenciando-o certamente da negativa, tal como elaborada na psicanálise, e seguiremos essa investigação neste próximo semestre.

Referências bibliográficas: (no momento)
FREUD, S. (1925). “A Negativa”. Em: Obras completas de S. Freud. Rio de Janeiro: Imago Ed. Volume XIX.
LACAN, J. Escritos, Jorge Zahar, RJ, 1998 (textos sobre a Verneinung)
X