NÚCLEOS E UNIDADES DE PESQUISA

NÚCLEOS E UNIDADES DE PESQUISA

No ano passado, na adversidade que continua nos atravessando, experimentamos a força da pesquisa em psicanálise que se desenvolve no ICP. Os desafios foram muitos. E apreendemos, com eles, que as hipóteses e as perguntas iniciais dos coordenadores ganham o estatuto de uma verdadeira pesquisa quando cada participante, do ponto de sua formação, pode agregar algo de seu no que foi lançado (como Paula Borsoi nos lembra, no texto que abre esta edição da agenda). Sem aglomeração de corpos, mas aglomerando a leitura e a escrita que cada um pode fazer, do seu lugar, temos as surpresas da consolidação de percursos de pesquisa. Sabemos de onde partimos, mas, os pontos de chegada são imprevistos. Há que ser assim.

A pesquisa em psicanálise não se faz sem o corpo. Nosso local de encontro presencial continua nos aguardando para, quando for possível e seguro para todos, nos encontrarmos no corpo a corpo e nos burburinhos entusiasmados de nossa convivência pelos corredores e salas da sede do ICP e da Seção Rio da EBP. Por enquanto, seguiremos pela plataforma online, com cada um de nós experimentando os efeitos de poder contribuir, nesse longe/perto, com pontos que continuam nos atiçando o corpo, nos ajudando a situar qual a perda em jogo quando há presença só na tela. Afinal, o que dessa perda pode se extrair para chegarmos a ter uma experiência de transmissão, mesmo que online?

Nossas portas seguem abertas para que cada um que se sinta convidado a trazer suas questões para um dos Núcleos e para a Unidade de pesquisa possa entrar. A inscrição de novos participantes é confirmada após conversa com o coordenador do Núcleo/Unidade no qual há interesse. Cabe lembrar que a participação inclui uma mensalidade – que não é cobrada no caso dos alunos do Ciclo fundamental. Para informações, mande e-mail para a coordenação dos Núcleos: tatianegrova@gmail.com.

A comissão está trabalhando junto aos coordenadores de cada Núcleo e da Unidade de pesquisa na proposta da Conversação Clínica dos Núcleos e Unidades de pesquisa. Será uma ocasião em que contaremos com a animada discussão de um caso clínico de Freud a partir das questões trazidas por cada Núcleo/Unidade, contando, ainda, com a presença de um convidado. Mais informações serão dadas oportunamente pelos coordenadores e enviadas pela mala direta. Fiquem atentos. A Conversação será realizada em julho.

Tatiane Grova
Coordenação de Núcleos e Unidades de Pesquisa
X